Mato Grosso do Sul discute Programa Descarte Consciente Abrafiltros, de reciclagem de filtros do óleo lubrificante automotivo








Secretaria do Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar e o Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul – IMASUL, promoveram reunião na FIEMS com a Abrafiltros, para conhecerem as ações do programa que já está implantado em três estados: São Paulo, Paraná e Espírito do Santo.

A Secretaria do Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul – (Semagro) e o Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul - IMASUL pretendem inserir, no Estado, a logística reversa dos filtros usados do óleo lubrificante automotivo por meio do Programa Descarte Consciente Abrafiltros, promovido pela Abrafiltros - Associação Brasileira das Empresas de Filtros e seus Sistemas - Automotivos e Industriais, entidade nacional representativa do setor.  

A proposta foi discutida durante reunião realizada na Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso do Sul – FIEMS, que contou com a presença de Jaime Verruck, secretário do Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar – SEMAGRO; Ricardo Éboli, diretor presidente do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul – IMASUL; presidente da Abrafiltros, João Moura, e o gestor de projetos da entidade, Marco Antônio Simon;  Sérgio Marcolino Longen, presidente da FIEMS; David Siqueira de Andrade, diretor-presidente do Grupo Supply Service; Mauri Valentim Ricciotti, procurador de Justiça do Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul; Dito Mário, diretor executivo da Reflore; e Filipe Andrade Pereira de Lima, gerente geral da ECOSUPPLY.
Da esq. para dir.: Dito Mário, diretor executivo da Reflore; Mauri Valentim Ricciotti, procurador de Justiça do Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul; Ricardo Éboli, diretor presidente do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul – IMASUL; Jaime Verruck, secretário do Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar – SEMAGRO; Sérgio Marcolino Longen, presidente da FIEMS; Filipe Andrade Pereira de Lima, gerente geral da ECOSUPPLY; David Siqueira de Andrade, diretor-presidente do Grupo Supply Service; João Moura, presidente da Abrafiltros, e Marco Antônio Simon, gestor de projetos da Abrafiltros.
 
Durante o encontro, a Abrafiltros apresentou os detalhes do programa e esclareceu sobre a necessidade de elaboração de Edital de Chamamento específico ou alteração da Resolução Semade nº 33/2016, pois não relaciona os filtros do óleo lubrificante automotivo entre os produtos alvo de implantação do sistema. Por isso, é  necessário a publicação de Edital de Chamamento ou Resolução específica, condição essencial prevista em lei para que o setor possa se mobilizar para a elaboração do projeto a ser aprovado pelo governo.

Jaime Verruck e Ricardo Éboli informaram que será realizada a modificação na Resolução Semade, que deverá também especificar os prazos para apresentação do projeto de implantação. O programa deverá ser implantado em caráter piloto, com metas gradativas de reciclagem e abrangência geográfica, devido aos custos envolvidos e necessidade de avaliação das questões logísticas e operacionais. Isso porque todas as despesas geradas pelo programa são totalmente pagas pelas empresas participantes e não há retorno para a cadeia produtiva de filtros do óleo lubrificante automotivo.

O programa Descarte Consciente Abrafiltros, que atualmente está implantado nos Estados de São Paulo, Paraná e Espírito Santo, já reciclou cerca de 8 milhões de filtros desde julho de  2012. Para 2017, aprevisão é que sejam coletados 1.009.350 kg de filtros usados de óleo lubrificante automotivo em 123 municípios dos três estados, equivalente à reciclagem de 2.588.077 filtros usados do óleo lubrificante automotivo.

“O programa de logística reversa de filtros usados de óleo lubrificante da entidade é não só essencial para o meio ambiente, mas também necessário para cumprir à legislação. Por isso, é importante que toda que toda a cadeia se envolva – fabricantes, importadores, distribuidores, comerciantes e consumidores - com a logística reversa, pois cada um deve fazer a sua parte devido aos custos elevados para as empresas participantes. Assim, com apoio do governo e maior adesão de empresas, conseguiremos reduzir custos e ampliar os resultados, considerando ainda as questões logísticas e estruturais de cada região”, afirma João Moura, presidente da entidade.

Participam do programa 15 empresas: Cummins Filtration do Brasil; Donaldson do Brasil Equipamentos Industriais Ltda.; General Motors do Brasil Ltda.; Hengst Indústria de Filtros Ltda.; Rheinmetall Automotive - Divisão Motorservice Brazil; Magneti Marelli Cofap Fabricadora de Peças Ltda.; Mahle Metal Leve S.A.; Mann+Hummel do Brasil Ltda./ Filtros Wix; Parker Hannifin Indústria e Comércio Ltda. - Divisão Filtros; Poli Filtro Indústria e Comércio de Peças para Autos Ltda.; Robert Bosch Ltda.; Scania Latin America Ltda; Sofape Fabricante de Filtros Ltda./Tecfil; Sogefi Filtration do Brasil Ltda./Filtros Fram; e Wega Motors Ltda. 
Sobre a Abrafiltros:
Criada em 2006, a Abrafiltros - Associação Brasileira das Empresas de Filtros e seus Sistemas - Automotivos e Industriais – reúne os principais fabricantes de filtros automotivos e industriais do País. A entidade nasceu da necessidade do segmento ser representado e promove ações visando o desenvolvimento e fortalecimento do setor.


Verso Comunicação e Assessoria de Imprensa
Jornalista responsável - Majô Gonçalves – MTB 24.475
Solange Suzigan

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Atletas da delegação olímpica brasileira são recebidos no Palácio do Planalto

Evento no Paraná debate inovação no lançamento regional do movimento 100 Open Startups

FPT Industrial chega a marca de 30.000 motores GNV vendidos no mundo