Luís Oliveira amplia vantagem no Brasileiro de Enduro FIM





Luís Oliveira na terceira etapa do Brasileiro de Enduro FIM, em Biguaçu (SC)
Crédito: Mundo Press

Biguaçu (SC) – O português Luís Oliveira ampliou vantagem na liderança do Campeonato Brasileiro de Enduro FIM após a terceira etapa, encerrada neste domingo (28) em Biguaçu (SC). Válida como rodada dupla no Centro de Treinamento Yamaha Geração, a prova incluiu dois dias de disputas. A chuva constante deixou o trajeto ainda mais difícil e exigiu muita habilidade dos pilotos de 10 categorias, além da Enduro GP, que aponta os mais rápidos da competição. 

Lama, terreno extremamente escorregadio e muitos buracos foram alguns desafios encontrados pelos pilotos e organizadores. “Foi preciso muito empenho para lutar contra as forças da natureza, mas houve união de todos para que desse certo”, comentou Maurício Brandão, diretor de Enduro FIM da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM). 

Marisérgio Kons “Pezão”, presidente da Federação Catarinense e integrante do Trail Clube de Biguaçu, responsável pela organização, completou. “Agradeço o envolvimento de toda a nossa equipe, que vestiu a camisa do Enduro FIM. A chuva atrapalhou, mas alcançamos os objetivos.”

Depois de ficar em segundo lugar pela Enduro GP neste sábado, atrás do capixaba Bruno Crivilin, Oliveira retomou a dianteira. “Foi uma prova difícil, que precisou de muito preparo para sair dos atoleiros. O saldo foi muito bom para mim no campeonato”, analisou o piloto da Honda Racing, que também lidera a E1.

Ponteiro da E2 e segundo colocado na tabela da Enduro GP, Crivilin foi outro destaque. “Apesar da chuva, gostei bastante da etapa e fiz uma boa prova. Tive um problema hoje na trilha, fiquei um minuto e meio com a moto atolada, e tive que atacar bastante para tentar compensar”, explicou o jovem talento da Orange BH KTM. 

Na E3, a disputa foi intensa e o gaúcho Gustavo Pellin (Sacramento Racing KTM) levou a melhor. “Eu gosto de provas duras, mas estava muito difícil para achar o melhor caminho diante de tantas valetas. O objetivo é manter os bons resultados para seguir na liderança da classe”, comentou o atual bicampeão nacional. 

A categoria EJúnior tem novo líder, o mineiro Vinícius Luís da Silva “Musa” (Zanol Team Rinaldi ASW). “O terreno é bem diferente do que estou acostumado, mas estava difícil para todo mundo. Andei com bastante cautela para vencer os dois dias da categoria e deu certo, não cometi erros”, finalizou. Confira como está a classificação do Brasileiro e os resultados de Biguaçu: 

Classificação do Brasileiro de Enduro FIM após três etapas
Enduro GP
1 – Luís Olvieira – 144 pontos 
2 – Bruno Crivilin - 107
3 – Júlio Ferreira - 101
4 – Rômulo Bottrel - 90
5 – Gustavo Pellin - 82

E11 – Luís Oliveira - 150
2 – Loandro Anton - 116 
3 – Victor Miranda - 106

E21 – Júlio Ferreira - 129 
2 – Diego Colett - 118 
3 – Ronald Santi - 110

E31 – Gustavo Pellin - 139
2 – Rômulo Bottrel - 133
3 – Rigor Rico - 122

EJúnior1 – Vinícius Luis Lopes da Silva – 135
2 – Gabriel Soares - 128
2 – Willian Dalmonech - 112

E4 1 – Thiago Wernersbach - 141
2 – Jaime Zorzal – 129
3 – Guilherme Borges - 56

E351 – Nielsen Bueno - 145 
2 – Anderson Vieira - 113 
3 – Diogo de Andrade - 98

E401 – Cassiano Tebaldi - 142
2 – Luciano de Lima - 96 
3 – William Meneses - 43

E451 – Pélmio Simões - 133 
2 – Marcos Benvenutti - 114
3 – Júlio Lemos - 105

E501 – Roberto Theodoro – 99
2 – Luiz Carlos de Barros – 82
3 – Cleber Sacramento – 50

EAmador1 – Willian Palandi - 150
2 – Augusto Benvenutti – 66
3 – Lucas Nagano - 40

Feminina1 – Bárbara Neves - 94
2 – Janaina Souza - 72
3 – Taina Aguiar - 40

Resultados - 3ª Etapa
Dia 2 – 28/5Enduro GP1 – Luís Olveira 
2 – Rômulo Bottrel
3 – Ian Blythe
4 – Bruno Crivilin 
5 – Loandro Anton

E11 – Luís Oliveira
2 – Ian Blythe
3 – Loandro Anton
4 – Patrik Capila
5 – Victor Miranda

E21 – Bruno Crivilin
2 – Diego Colett 
3 – Eduardo Nazari
4 – Ronald Santi
5 – Júlio Ferreira

E31 – Rômulo Bottrel 
2 – Gustavo Pellin 
3 – Rigor Rico
4 – Guto Klaumann
5 – Ike Klaumann

EJúnior1 – Vinícius Luis Lopes da Silva
2 – Willian Dalmonech 
3 – Gabriel Soares

E4 1 – Thiago Wernersbach 
2 – Jaime Zorzal

E351 – Anderson Vieira 
2 – José Mário da Fonseca
3 – Nielsen Bueno 
4 – Diogo Andrade

E401 – Anildo Theiss Júnior
2 – Cassiano Tebaldi 
3 – Luciano Lima

E451 – Pélmio Simões 
2 – Júlio Lemos
3 – Valmir Maison 
4 – Marcos Benvenutti

E501 – Roberto Theodoro

EAmador1 – Willian Palandi
2 – Augusto Benvenutti
3 – Roberto Theodoro

Dia 1 – 27/5Enduro GP1 – Bruno Crivilin
2 – Luís Olveira
3 – Ian Blythe
4 – Júlio Ferreira
5 – Loandro Anton

E11 – Luís Oliveira
2 – Ian Blythe
3 – Loandro Anton
4 - Felipe Carlette
5 – André Dalsasso

E21 – Bruno Crivilin
2 – Júlio Ferreira
3 – Diego Colett
4 – Eduardo Nazari
5 – Ronald Santi

E31 – Gustavo Pellin
2 – Felipe Legarrea
3 – Rômulo Bottrel
4 – Rigor Rico
5 – Guto Klaumann

EJúnior1 – Vinícius Luis Lopes da Silva
2 – Gabriel Soares
3 – Willian Dalmonech

E4 1 – Jaime Zorzal
2 – Thiago Wernersbach
3 – Adriano Maso
4 – Deividy de Zorzi

E351 – Nielsen Bueno
2 – José Mário da Fonseca
3 – Diogo Andrade
4 – Michel Cechet
5 – Anderson Vieira

E401 – Cassiano Tebaldi
2 – Luciano Lima
3 – José Thbies
4 – Sidnei Siquela

E451 – Valmir Maison
2 – Pélmio Simões
3 – Marcos Benvenutti
4 – Júlio Lemos
5 – Alexandre Cunha

E501 – Roberto Theodoro

EAmador1 – Willian Palandi
2 – Cassio Gheler
3 – Eleandro Gurkevicz
4 – Daniel Lopes
5 – Roberto Theodoro

O Brasileiro de Enduro FIM 2017 é patrocinado por Rinaldi e conta com o apoio de MRPRO Braces, ASW, Sacramento Motorsports, Orange BH, Zanol Parts e Edgers.

Fonte: Mundo Press Jornalismo Estratégico
www.mundopress.com.br 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Barba exige cuidados básicos, mas fundamentais

Stibo Systems auxilia na otimização no lançamento de produtos nas lojas da Netshoes

Nicolas Ferreira entra para história do FMX nacional ao acertar o frontflip