Rally dos Sertões - Bruno Varela e João Arena comemoram título dos UTVs

INSCREVA-SE NO MEU CANAL NO YOUTUBE
CAMINHAR E PENSAR É SÓ COMEÇAR



Bruno Varela (à dir) e João Arena comemoram título dos UTVs na rampa de chegada do Rally dos Sertões 2017 
Crédito: Magnus Torquato/DFotos

Bruno Varela e João Arena a bordo do UTV Can-Am Maverick X3 no Rally dos Sertões 2017 
Crédito: Gustavo Epifânio/DFotos

Bruno Varela (à dir) e João Arena comemoram título dos UTVs na rampa de chegada do Rally dos Sertões 2017 
Crédito: Magnus Torquato/DFotos


Bonito (MS) – O piloto Bruno Varela e o navegador João Arena, de São Paulo, são os grandes campeões dos UTVs no 25º Rally dos Sertões. A dupla confirmou a taça inédita neste sábado (26), no sétimo e último dia de prova, que terminou na rampa de chegada em Bonito (MS) após 3300 quilômetros de desafios - 1999 de trechos cronometrados. A conquista representou o quinto título consecutivo da Can-Am na categoria. A fábrica canadense foi soberana e dominou o Top 15 dos UTVs, com os veículos Maverick X3. 

Maior rally do país, o Sertões teve início no último dia 20 em Goiânia (GO). Os competidores a bordo dos UTVs Can-Am Maverick X3 protagonizaram as disputas desde o prólogo, travando um revezamento acirrado na liderança da classificação a cada etapa. 

Na reta final, o duelo entre Bruno Varela/João Arena e a dupla formada pelo piloto cearense Lucas Barroso e o navegador mineiro Breno Rezende (vencedor do Sertões em 2016) foi de tirar o fôlego. Os paulistas confirmaram o título apenas nos quilômetros finais, com a vantagem de 7min56seg. 

“Estamos muito felizes. Foi extremamente difícil vencer o Rally dos Sertões, exigiu bastante garra e paciência”, comemorou Bruno Varela, que é embaixador da Can-Am no Brasil. Ele acelerou o UTV Can-Am Maverick X3 com o upgrade de potência da versão 2018 do veículo, a qual acaba de ser lançada e oferece 172HP. 

“O UTV ajudou muito nessa conquista. Foi perfeito desde o início e não apresentou nenhum tipo avaria mecânica diante dos mais duros desafios. O único contratempo que tivemos foi com as rodas que importamos dos Estados Unidos, mas quando colocamos as peças originais do Maverick X3 resolvemos o problema”, acrescentou Bruno Varela. 

Com o desempenho, ele e o navegador João Arena ainda faturaram o título da classe UTV Pro Turbo. Na UTV Super Production, os vencedores foram Luiz Rodrigues e Fernando Filho, também a bordo do Can-Am Maverick X3. 

O embaixador da Can-Am no Brasil Lucas Barroso deu show no Rally dos Sertões. “Lideramos boa parte da prova e a disputa foi eletrizante. O Sertões, sem dúvidas, testou pilotos, navegadores e máquinas. O Can-Am Maverick X3 mostrou a sua força e quem ganhou foi a categoria dos UTVs, que cresce a cada dia”, concluiu. 

Resultados (extra-oficiais) - 25º Rally dos Sertões
UTVs – Acumulado após sete etapas (FINAL)
1° - Bruno Varela/João Arena - 25:38:22.61 - Can-Am Maverick X3
2° - Lucas Barroso/Breno Rezende - 25:46:19.58 - Can-Am Maverick X3
3° - Ismar Júnior/André Galvão de Sá - 26:08:06.49 - Can-Am Maverick X3
4° - Edu Piano/Solon Mendes - 26:14:11.18 - Can-Am Maverick X3
5° - Marcelo Gastaldi/Cláudio Silveira - 26:20:16.96 - Can-Am Maverick X3
6° - Enrico Almeida/Fábio Pedroso - 26:35:44.14 - Can-Am Maverick X3
7° - Zeca Sawaya/Marcelo Haseyama - 27:03:19.38 - Can-Am Maverick X3
8° - Gabriel Cestari/Edgar Fabre - 27:18:16.97 - Can-Am Maverick X3
9° - Daniel Mahseredjian/Sano Chermont - 27:22:21.80 - Can-Am Maverick X3
10° - Rodrigo Betti/Daniel Crema - 27:54:58.06 - Can-Am Maverick X3
11° - Rodrigo Varela/Idali Bosse - 28:15:23.31 - Can-Am Maverick X3
12° - Gabriel Varela/Gabriel Morales - 28:42:29.88 - Can-Am Maverick X3
13° - Cristiano Batista/Robledo Nicoletti - 28:47:24.03 - Can-Am Maverick X3
14° - Allan Cestari/Weidner Moreira - 28:58:59.35 - Can-Am Maverick X3
15° - Luiz Rodrigues/Fernando Filho - 29:37:45.00 - Can-Am Maverick X3
Sobre a BRP - A BRP (TSX: DOO) é líder global no design, desenvolvimento, fabricação, distribuição e marketing de veículos powersports e sistemas de propulsão. Seu portfólio inclui os veículos para neve Ski-Doo e Lynx, as motos aquáticas Sea-Doo, os veículos off-road e roadsters Spyder da Can-Am e os sistemas de propulsão marítima Evinrude e Rotax, bem como os motores Rotax para karts, motocicletas e aeronaves recreativas. A BRP dá suporte a sua linha de produtos com peças, acessórios e vestuário. Com renda anual de CA$ 4,2 bilhões em mais de 100 países, a empresa conta com aproximadamente 8.700 colaboradores em todo o mundo.

www.brp.com
@BRPNews

Mundo Press Jornalismo Estratégico
www.mundopress.com.br 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Barba exige cuidados básicos, mas fundamentais

Stibo Systems auxilia na otimização no lançamento de produtos nas lojas da Netshoes

Nicolas Ferreira entra para história do FMX nacional ao acertar o frontflip