Gaúcho Vitor Genz conquista pódio em Velo Città







Piloto da Einsebahn Racing Team chega terceiro lugar após largar em 21º na etapa de Velo Città, que aconteceu neste domingo (06)
Muitas emoções marcaram a estreia do autódromo de Velo Città, localizado no município de Mogi Guaçu, interior de São Paulo, na Stock Car. A etapa teve muita disputa entre os quatro primeiros colocados do campeonato – Daniel Serra, Thiago Camilo, Átila Abreu e Felipe Fraga -, mas quem brilhou também foi Vitor Genz, terceiro colocado na primeira bateria. Depois de largar em 21º, foi um dos competidores que mais conquistou posições ao acertar a estratégia e aproveitar muito bem as seguidas entradas do safety-car.
“Estou muito feliz com mais esse pódio! A gente está batalhando bastante para conseguir um bom acerto para a classificação. Ainda estamos no caminho para isso, mas temos um bom ritmo de corrida e, por isso, conseguimos ganhar tantas posições. Acredito também que nossa estratégia foi muito importante para essa conquista, pois estávamos no lugar certo e aproveitamos muito o safety-car”, afirma Genz.
O piloto do carro #46 está escrevendo história na temporada de 2017, essa é a segunda vez que sobe ao pódio no ano. Além disso, ao vencer a segunda prova em Cascavel, tornou-se o primeiro gaúcho a vencer a principal categoria do automobilismo brasileiro. Já Valdeno Brito, comandante da locomotiva Negra #77, chegou em 14º.
Na segunda bateria, com grid invertido, Vitor Genz e Valdeno Brito, chegaram em 9º e 15º lugares, respectivamente. Com esse resultado a Eisenbahn Racing Team soma 155 pontos, com a 8ª posição no campeonato geral de equipes.
A próxima etapa será no dia 10 de setembro em Londrina.
RESULTADOS FINAIS
CORRIDA #1
1º – #40 – Felipe Fraga – (Cimed Racing Team)
2º – #0 – Cacá Bueno – (Cimed Racing) – a 1s856
3º – #46 – Vitor Genz – (Eisenbahn Racing Team) – a 3s122
4º – #21 – Thiago Camilo – (Ipiranga Racing) – a 4s248
5º – #1 – Antonio Pizzonia – (Prati-Donaduzzi Racing) – a 5s367
6º – #28 – Galid Osman (Ipiranga Racing) – a 6s465
7º – #73 – Sergio Jimenez – (Bardahl Hot Car) – a 9s158
8º – #29 – Daniel Serra – (Eurofarma RC) – a 9s545
9º – #83 – Gabriel Casagrande – (Vogel Motorsport) – a 9s855
10º – #51 – Átila Abreu – (Shell Racing) – a 10s143
11º – #4 – Julio Campos – (Prati-Donaduzzi Racing) – a 10s791
12º – #25 – Tuka Rocha – (RCM Motorsport) – a 11s618
13º – #18 – Allam Khodair – (Full Time Sports) – a 17s769
14º – #77 – Valdeno Brito – (Eisenbahn Racing Team) – a 21s462
15º – #12 – Lucas Foresti – (Full Time Academy) – a 21s966
16º – #111 – Rubens Barrichello – (Full Time Sports) – a 35s037
17º – #10 – Ricardo Zonta – (Shell Racing) – a 36s520
18º – #9 – Guga Lima – (Bardahl Hot Car) – a 42s817
19º – #90 – Ricardo Mauricio – (Eurofarma RC) – a 53s865
20º – #8 – Rafael Suzuki – (Cavaleiro Sports) – a 57s047
21º – #70 – Diego Nunes – (Hero Motorsport) – a 1min10s351
22º – #5 – Denis Navarro – (Cimed Racing Team) – a 1min11s818
23º – #3 – Bia Figueiredo – (Full Time Academy) – a 1min24s102
24º – #188 – Beto Monteiro (Scuderia Colon) – – a 1 volta
25º – #117 – Guilherme Salas – (Vogel Motorsport) – a 4 voltas
26º – #30 – Cesar Ramos – (Blau Motorsport) – a 10 voltas
27º – #44 – Betinho Valério – (Hero Motorsport) – a 13 voltas
28º – #31 – Marcio Campos – (Blau Motorsport) – a voltas
29º – #110 – Felipe Lapenna – (Cavaleiro Sports) – a 22 voltas
30º – #65 – Max Wilson – (RCM Motorsport) – a 22 voltas
31º – #80 – Marcos Gomes – (Cimed Racing) – a 22 voltas
CORRIDA #2
1º – #51 – Átila Abreu – (Shell Racing)
2º – #29 – Daniel Serra – (Eurofarma RC) – a 0s824
3º – #83 – Gabriel Casagrande – (Vogel Motorsport) – a 11s889
4º – #21 – Thiago Camilo – (Ipiranga Racing) – a 12s395
5º – #4 – Julio Campos – (Prati-Donaduzzi Racing) – a 23s949
6º – #1 – Antonio Pizzonia – (Prati-Donaduzzi Racing) – a 26s999
7º – #30 – Cesar Ramos – (Blau Motorsport) – a 29s126
8º – #18 – Allam Khodair – (Full Time Sports) – a 30s533
9º – #46 – Vitor Genz – (Eisenbahn Racing Team) – a 33s224
10º – #0 – Cacá Bueno – (Cimed Racing) – a 34s817
11º – #10 – Ricardo Zonta – (Shell Racing) – a 35s235
12º – #117 – Guilherme Salas – (Vogel Motorsport) – a 40s151
13º – #80 – Marcos Gomes – (Cimed Racing) – a 41s821
14º – #25 – Tuka Rocha – (RCM Motorsport) – a 42s525
15º – #77 – Valdeno Brito – (Eisenbahn Racing Team) – a 43s071
16º – #40 – Felipe Fraga – (Cimed Racing Team) – a 43s165
17º – #8 – Rafael Suzuki – (Cavaleiro Sports) – a 46s238
18º – #70 – Diego Nunes – (Hero Motorsport) – a 47s154
19º – #28 – Galid Osman – (Ipiranga Racing) – a 51s838
20º – #188 – Beto Monteiro (Scuderia Colon) — a 52s962
21º – #9 – Guga Lima – (Bardahl Hot Car) – a 57s903
22º – #3 – Bia Figueiredo – (Full Time Academy) – a 58s904
23º – #12 – Lucas Foresti – (Full Time Academy) – a 1min18s573
24º – #90 – Ricardo Mauricio – (Eurofarma RC) – a 7 voltas
25º – #31 – Marcio Campos – (Blau Motorsport) – a 11 voltas
26º – #73 – Sergio Jimenez – (Bardahl Hot Car) – a 18 voltas
27º – #110 – Felipe Lapenna – (Cavaleiro Sports) – a 26 voltas
28º – #111 – Rubens Barrichello – (Full Time Sports) – a 26 voltas
29º – #5 – Denis Navarro – (Cimed Racing Team)
30º – #44 – Betinho Valério – (Hero Motorsport)
31º – #65 – Max Wilson – (RCM Motorsport)
Sobre a Eisenbahn
Conhecida por sua produção diferenciada e inovadora, a cervejaria tem em seu portfólio 18 rótulos que contemplam uma cuidadosa seleção dos melhores tipos de cerveja, desenvolvidos para satisfazer os mais exigentes apreciadores da bebida. A Eisenbahn pode ser encontrada em bares, restaurantes e casas noturnas selecionadas, além de estar presente também nas principais redes de supermercados do país.
Sobre a HEINEKEN Brasil
A HEINEKEN Brasil chegou ao país em maio de 2010, após a aquisição da divisão de cerveja do Grupo FEMSA e, em 2017, adquiriu a Brasil Kirin Holding S.A ("Brasil Kirin"), tornando-se o segundo player no mercado brasileiro de cervejas. No Brasil, a empresa gera mais de 10 mil empregos e tem 16 fábricas localizadas em Alagoinhas (BA), Alexânia (GO), Araraquara (SP), Benevides (PA), Blumenau (SC), Campos de Jordão (SP), Caxias (MA), Horizonte (CE), Igarassu (PE), Igrejinha (RS), Itu (SP), Jacareí (SP), Manaus (AM), Pacatuba (CE), Ponta Grossa (PR) e Recife (PE). O portfólio de cervejas é composto por Heineken, Desperados, Sol, Kaiser, Bavária, Bavária Premium, Baviera 0,0%, Xingu, Amstel, Kirin Ichiban, Schin, No Grau, Devassa, Baden Baden, Eisenbahn, Cintra e Glacial. O portfólio não alcoólico inclui refrigerantes, sucos, energético e água como Água Schin, Itubaína, K Energy Drink, Schin Tônica, Skinka, Viva Schin, Viva Schin Mini. A empresa importa Dos Equis, do México, Birra Moretti, da Itália e Edelweiss, da Áustria. Com sede em São Paulo, é uma subsidiária da HEINEKEN NV, a maior cervejeira da Europa, a segunda em termos de rentabilidade e a terceira em volume. A HEINEKEN opera 170 cervejarias em mais de 70 países.

FSB Comunicações
Josiane Campos – Erica Ikuno 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Barba exige cuidados básicos, mas fundamentais

Atletas da delegação olímpica brasileira são recebidos no Palácio do Planalto

FPT Industrial chega a marca de 30.000 motores GNV vendidos no mundo