FORD CELEBRA 3 MILHÕES DE VEÍCULOS PRODUZIDOS NA FÁBRICA DE CAMAÇARI









            A Ford celebrou o marco de 3 milhões de veículos fabricados no Complexo Industrial Ford Nordeste, em Camaçari, na Bahia, um fato histórico da empresa pioneira do setor automotivo no Nordeste brasileiro. Além do mercado interno, cerca de 30% desse volume foi destinado à exportação para países da América do Sul e México. O veículo que simbolizou esse número foi um Novo EcoSport 2018, modelo global recém-apresentado no Brasil e que traz um novo padrão no segmento de utilitários esportivos.  
Com capacidade de produção de 250 mil veículos por ano, o complexo da Ford na Bahia trabalha em três turnos e é responsável pela fabricação dos compactos Ka e Ka+, que formam uma das linhas mais vendidas do País, além do EcoSport.
            “Este é um grande momento da fábrica de Camaçari”, diz Silvio Illi, gerente da unidade. “Estamos operando com capacidade máxima, com o sucesso do Ka e a chegada do Novo EcoSport. Trata-se de um dos maiores programas de desenvolvimento de veículos já realizados pela Ford, liderado pelo Brasil junto com outros centros de engenharia da marca no mundo.”
O complexo industrial da Ford na Bahia foi inaugurado em outubro de 2001, produzindo inicialmente a Courier e logo depois o Fiesta RoCam. A partir de 2003 iniciou também a produção do EcoSport e, desde 2014, passou a montar a atual geração do Ka – ocasião em que o New Fiesta começou a ser produzido na fábrica de São Bernardo do Campo, SP.
A Ford foi a primeira fabricante de automóveis a se instalar no Nordeste e pioneira também com a fábrica de motores 1.0 TiVCT de três cilindros, que equipa a linha Ka. Com o conceito avançado de condomínio industrial, em parceria com os fornecedores, e usando tecnologias avançadas, o complexo da Ford em Camaçari é um dos mais modernos e produtivos do mundo. 
A sua implantação trouxe um grande impulso à industrialização e ao progresso da economia regional, gerando impacto positivo tanto no emprego como no nível de renda ao longo de toda a cadeia produtiva.
“O impacto da Ford na região foi muito significativo nestes 15 anos. Houve muitas mudanças positivas no entorno de Camaçari, com a atração de empresas e melhorias na infraestrutura que beneficiam todos os setores de atividade”, completa Silvio Illi.  
A fábrica gera atualmente cerca de 7.600 empregos diretos, sendo aproximadamente 70% da Ford e o restante dos quase 20 fornecedores instalados na planta. Todo o Polo Industrial de Camaçari emprega 15 mil pessoas diretamente.
O complexo da Ford também representou a transferência de tecnologia para a região. Ele é sede do Centro de Desenvolvimento do Produto da América do Sul, um dos oito da Ford no mundo, com equipes de engenharia e design e recursos avançados para a criação, certificação e homologação de automóveis, picapes, utilitários e caminhões.
O lançamento do Novo EcoSport representou mais uma fase de modernização da fábrica de Camaçari. A Ford realizou grandes investimentos na linha de montagem para a produção do utilitário esportivo, que incluíram a instalação de 22 novos robôs na área da carroceria e um sistema a laser de altíssima precisão para a furação da parte dianteira do veículo. Foram feitas também mudanças na logística interna e instalados novos manipuladores pneumáticos e sistemas de controle na linha de montagem para acompanhar os avanços na tecnologia do produto.

(02/08/2017)

Imprensa Ford

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Atletas da delegação olímpica brasileira são recebidos no Palácio do Planalto

Evento no Paraná debate inovação no lançamento regional do movimento 100 Open Startups

FPT Industrial chega a marca de 30.000 motores GNV vendidos no mundo