Luís Oliveira conquista segunda vitória na Copa EFX Brasil 2017









Copa EFX de Enduro

07/05/2017


Trilhas lisas e exigentes marcam volta da competição a Ribeirão Pires (SP)

Após um hiato de dois anos, Ribeirão Pires (SP) voltou ao calendário da Copa EFX Brasil neste domingo (7). Com terreno encharcado, a segunda etapa da temporada 2017 foi uma prova exigente e muito técnica. O Sol até apareceu durante a competição, mas a chuva dos dias anteriores deixou o percurso molhado, desta forma a organização precisou ajustar as especiais e os competidores tiveram trabalho dobrado, especialmente nas trilhas em mata fechada. As três voltas programadas foram mantidas, mas os trechos cronometrados precisaram ser reduzidos de três para dois, permanecendo um Cross Teste e um Enduro Teste.

As dificuldades climáticas não atrapalharam Luís Oliveira na defesa da liderança da temporada nas categorias Geral e Elite. O português voltou a subir no topo do pódio da Copa EFX Brasil. "Foi bem diferente da primeira etapa, mas o campeonato é assim. No Enduro Teste era impossível não escorregar, mas isso aconteceu com todo mundo. Eu tentei ser o mais rápido possível ao ultrapassar essas dificuldades. É uma corrida curta, não dá para descuidar, qualquer queda faria diferença", avaliou Oliveira.

O líder do campeonato reconheceu que o bom nível dos concorrentes valorizou o primeiro lugar. "Quero dar os parabéns aos meus colegas. Os adversários também estiveram bem. Acho que estão todos de parabéns. Conseguimos mais uma vitória para minha equipe, que é o mais importante", completou o piloto da Honda Racing.

Apesar de andar próximo do adversário durante quase toda prova, Rômulo Bottrel cometeu um erro deixando escapar a chance de brigar pela vitória. O mineiro ficou com a segunda colocação da Elite a cerca de 32 segundos do português. "Foi uma boa prova. Consegui manter uma distância bem pequena do primeiro colocado até a última especial. Nesse último trecho, fiquei preso num lugar e a distância aumentou. Fiquei feliz por ter conseguido ficar bem na disputa pela liderança até o final da prova", avaliou Bottrel.

Repetindo a corrida de abertura do campeonato, Bruno Crivilin completou o pódio da Elite, seguido de Júlio César Ferreira e Vinícius Lopes da Silva.

Na EJúnior, a disputa permanece equilibrada. Gabriel Soares venceu a etapa à frente de Vinícius Calafati e agora ambos seguem igualados na pontuação. "A prova hoje foi muito boa para mim. Estava em um terreno que tenho um pouco de dificuldade para andar. Sou mais habituado aos Cross Testes, já que vim do motocross. Estou muito feliz com esse resultado. O Vinícius ganhou a primeira, eu ganhei essa. Empatamos o campeonato", comentou Gabriel.

Para Renan Bueno, primeiro colocado na E2, a chave para um bom saldo foi minimizar os erros. "Achei as trilhas bastante lisas e as especiais, bem difíceis, técnicas. Formaram várias cavas ao longo do dia. Consegui andar bem, sem errar muito, o que foi muito importante para o resultado. O objetivo era uma boa colocação nessa etapa, que refletisse também para o campeonato. Agora é continuar treinando para as próximas."  Vitor Fischer Valente ficou com a segunda posição na categoria, acompanhado de Nelson Cruciani Neto em terceiro.

Apenas um segundo decidiu a vitória da E3. Rafael Silvestre encerrou à frente de Nicolas Rodriguez. A precisão nas trilhas também fez a diferença para a vitória do mineiro. "A prova estava legal, foi bem gostosa. Um pouco lisa, mas deu para andar legal. Não errei, então foi bacana. Agora vamos partir para a terceira etapa", disse Silvestre.

Experiente nas trilhas da região, Nielsen Bueno venceu mais uma na Over 35 e destacou a estreia da nova cronometragem que possibilita acompanhar os resultados em tempo real pela internet. A novidade da Copa EFX pode auxiliar os pilotos em suas estratégias na disputa. "A prova estava bem lisa. Típico da região de Ribeirão Pires. Já esperava por isso. A chuvinha ainda contribuiu para deixar mais difícil. Mas acho que foi uma prova bacana com novidade na cronometragem. Para nós pilotos agrada por que conseguimos controlar os adversários. Isso contribui demais para o esporte, acho que vai ficar mais competitivo e ao mesmo tempo mais profissional", destacou o mineiro. Marcos Pereira Betencorte completou em segundo lugar, seguido por Luciano de Menezes.

A categoria E6, para novatos, atraí cada vez mais novos competidores ao evento. É o caso de João Paulo Fornazari, um dos pilotos que resolveu experimentar a competição e ficou satisfeito. "É o primeiro ano que estou disputando todo o campeonato. Já ando de enduro há muito tempo, mas é a primeira vez na Copa EFX. A prova foi bem técnica, bem lisa, porém muito boa. Vai dar para brigar pelo título", declarou o primeiro colocado da classe em Ribeirão Pires.

A Honda Racing Enduro Team, representada pelos pilotos Luís Oliveira, Júlio Ferreira e Gabriel Soares, ampliou a liderança na disputa por Equipes. Mais uma vez a Orange BH KTM Racing, com Rômulo Bottrel, Bruno Crivilin e Patrik Capila, terminou na segunda colocação, seguida da Sacramento Racing, dos pilotos Vinícius Calafati, Nielsen Bueno e Victor Miranda, completando o pódio.

Nas demais categorias os vencedores foram: Patrik Capila (E1), Bruno Martins (E4), Júlio César Pereira (Over 45), Washington Caipira (Over 50), Murilo Silveira (Novato E5), Yan Bueno (E CRF 230F), Ricardo Dal Fabbro (Trilheiros Importada), Leo Kauffmann (Trilheiros Nacional) e Janaína Souza (Feminina).

Para o organizador Fabião Simões, do Adrenatrilha Trail Club, a chuva se tornou um dos elementos do evento. "Tivemos dez dias de trabalho aqui em Ribeirão Pires, preparando as trilhas. Mas não é possível prever o que a natureza reserva para a gente, então na quinta-feira, com tudo pronto, choveu bastante. No dia seguinte de manhã fomos avaliar e já vimos que havia algumas coisas para alterar. No sábado fizemos mais algumas mudanças que geraram a prova de hoje, sem problema nenhum. Durante a corrida nós tínhamos algumas equipes na mata para consertar se alguma coisa impedisse a passagem dos pilotos. Assim conseguimos que a prova rodasse as três voltas."

A cronometragem ao vivo, uma das grandes novidades da temporada implementada em parceria com a Totem, fez muito sucesso entre os competidores e equipes. "A repercussão entre os pilotos é que todos gostaram e elogiaram. É uma novidade que nem o Mundial de Enduro tem. É coisa além do Mundial. Só tenho que parabenizar o Alexandre da Totem. Mostrou que a Totem é uma empresa que tem muita capacidade de desenvolvimento e tecnologia", comentou Fabião.

A terceira etapa da Copa EFX Brasil será realizada no dia 4 de junho em Itatinga (SP).

Elite
1. Luís Miguel Anjos Oliveira, 0:15:37.78
2. Rômulo Bottrel, 0:16:10.69
3. Bruno Crivilin, 0:16:24.77
4. Júlio César Ferreira Eliziário, 0:16:40.44
5. Vinicius Luis Lopes da Silva, 0:18:04.11

Júnior
1. Gabriel Lucas Soares, 0:16:47.87
2. Vinícius Calafati Ribeiro, 0:17:01.64

E1
1. Patrik Capila, 0:17:12.82  
2. Júlio César Zavatti, 0:17:56.13
3. Victor Camargo Miranda, 0:18:16.11
4. Washington Pereira Silva, 0:18:25.61
5. Rodrigo Matavelli Pagano, 0:19:41.65

E2
1. Renan Bueno da Silva Filho, 0:19:25.92
2. Vitor Fischer Valente, 0:19:33.23
3. Nelson Cruciani Neto, 0:20:27.32
4. Felipe Lima, 0:20:39.14

E3
1. Rafael Pasqua Silvestre, 0:18:44.73
2. Nicolas Rodriguez Rodriguez, 0:18:45.81
3. Marcio Leandro Spaca Di Paolo, 0:19:07.43
4. Vitor Hugo Lage Souza, 0:19:39.41
5. Flavio Yatsugafu, 0:24:45.62

E4
1. Bruno Batista Martins, 0:17:46.62
2. Vitor Martins Menino, 0:19:21.22
3. Fabrício Lasmar Silva, 0:19:41.01
4. Yuri de Menezes Alves Magalhães, 0:20:47.29
5. Luiz Fernando Urtado Martins, 0:21:14.64

Over 35
1. Nielsen Bueno, 0:17:35.17
2. Marcos Pereira Betencorte, 0:17:59.93
3. Luciano de Menezes, 0:19:57.29
4. Igor Linhares Machado, 0:20:23.77
5. Icaro Sapiensa, 0:25:54.00

Over 45
1. Júlio César Pereira, 0:22:11.92
2. Fabio Bizarria, 0:22:18.46
3. Jonas Colantonio, 0:23:27.27
4. Marcelo Ravagnani, 0:26:04.01
5. Mauricio Rodrigues de Morais, 0:26:13.26

Over 50
1. Washington Caipira, 0:21:20.23
2. Jefferson Colantonio, 0:22:06.37
3. Júlio Figueiredo, 0:26:09.26
4. Jesus Rodrigues, 0:26:20.41
5. César Augusto Curi Menconi, 1:03:08.17

E5
1. Murilo Silveira Rodrigues, 0:20:26.44
2. Marcos de Ulhoa Canto Gebhardt, 0:20:56.34
3. Caio Zanettin, 0:22:54.61
4. Matheus Bordin, 0:25:43.57
5. Evandro Lopes Amorim, 0:26:15.31

E6
1. João Paulo Fornazari, 0:20:58.37
2. Reinaldo Muniz de Almeida, 0:23:45.74
3. Gilmar da Silva Júnior, 0:24:15.97
4. Cristiano Adriano Ferreira, 0:25:34.45
5. Wesley Silva, 0:26:03.55

E CRF 230F
1. Yan Bueno Proque, 0:20:37.49
2. Edmilson Júnior, 0:21:23.59
3. Leandro da Silva Oliveria, 0:21:59.90
4. Olacir Pontieri Filho, 0:22:06.48
5. Marcos Adriano Ferreira, 0:22:48.90

Feminina
1. Janaína Souza, 0:27:34.16
2. Bárbara Neves Gonzaga, 0:31:29.39
3. Aline Gorgulho, 0:52:13.73
4. Lucianna Timm Tripaseca, 2:50:14.86
5. Cristiane Goya, 2:58:40.00

Trilheiros Importada
1. Ricardo Dal Fabbro, 0:23:17.39
2. Luiz Ciocchi Almeida Melo, 0:29:08.59
3. Willian Almeida Jr., 0:29:47.89
4. Alex Sandro de Aguiar, 0:31:00.41
5. Felipe Vilas Bôas Silva Santos, 0:35:17.85

Trilheiros Nacional
1. Leo Kauffmann, 0:25:49.94
2. Jônatan Henrique Mazini, 0:27:51.17
3. David Roger Lunardi, 0:29:25.87
4. Marcelo de Oliveira Fernandes, 0:30:22.07
5. Aluizio Donizete de Jesus, 0:31:46.75

Resultado por Equipes


1. Honda Racing Enduro Team, 0:49:06.09  
1. Luis Miguel Anjos Oliveira
4. Julio César Ferreira
7. Gabriel Lucas Soares

2. Orange BH KTM Racing, 0:49:48.28
2. Rômulo Bottrel
3. Bruno Crivilin
14. Patrik Capila

3. Sacramento Racing, 0:52:52.92
6. Vinicius Calafati Ribeiro
33. Nielsen Bueno
8. Victor Camargo Miranda

4. Honda Motofield, 0:55:17.28  
9. Júlio César Zavatti
34. Marcos Pereira Betencorte
30. Vítor Martins Menino

5. Rinaldi ASW Zanol Team, 0:57:05.37
25. Bruno Batista Martins
5. Vinicius Luis Lopes da Silva
29. Luiz Fernando Urtado Martins

Download dos resultados completos (em arquivo PDF):
Resultados por Categorias
Resultado Geral
Resultados por Equipes
Performance Individual
A Copa EFX Brasil de Enduro é realizada pelo Adrenatrilha Trail Club com patrocínio da Honda, co-patrocinio da Rinaldi e IMS, e apoio da Motofield, Sig Visual, Stocovich, Edgers, Color Art, Ibéria, Rota do Frango e Prefeitura de Ribeirão Pires.


Imagens Relacionadas:
Luís Oliveira, vencedor da categoria Elite na segunda etapa da Copa EFX Brasil 2017 - Foto: Maurício Arruda/PubliX
Luís Oliveira, vencedor da categoria Elite na segunda etapa da Copa EFX Brasil 2017 - Foto: Maurício Arruda/PubliX

Rômulo Bottrel, segundo colocado da categoria Elite na segunda etapa da Copa EFX Brasil 2017 - Foto: Maurício Arruda/PubliX
Rômulo Bottrel, segundo colocado da categoria Elite na segunda etapa da Copa EFX Brasil 2017 - Foto: Maurício Arruda/PubliX

Cross Teste de Ribeirão Pires (SP), sede da segunda etapa da Copa EFX Brasil 2017 - Foto: Maurício Arruda/PubliX
Cross Teste de Ribeirão Pires (SP), sede da segunda etapa da Copa EFX Brasil 2017 - Foto: Maurício Arruda/PubliX

Bruno Crivilin, terceiro colocado da categoria Elite na segunda etapa da Copa EFX Brasil 2017 - Foto: Maurício Arruda/PubliX
Bruno Crivilin, terceiro colocado da categoria Elite na segunda etapa da Copa EFX Brasil 2017 - Foto: Maurício Arruda/PubliX

Pilotos enfrentam trecho com lama na segunda etapa da Copa EFX Brasil 2017 - Foto: Maurício Arruda/PubliX
Pilotos enfrentam trecho com lama na segunda etapa da Copa EFX Brasil 2017 - Foto: Maurício Arruda/PubliX

Renan Bueno, vencedor da categoria E2 na segunda etapa da Copa EFX Brasil 2017 - Foto: Maurício Arruda/PubliX
Renan Bueno, vencedor da categoria E2 na segunda etapa da Copa EFX Brasil 2017 - Foto: Maurício Arruda/PubliX

Nielsen Bueno, vencedor da categoria Over 35 na segunda etapa da Copa EFX Brasil 2017 - Foto: Maurício Arruda/PubliX
Nielsen Bueno, vencedor da categoria Over 35 na segunda etapa da Copa EFX Brasil 2017 - Foto: Maurício Arruda/PubliX

Bruno Martins, vencedor da categoria E4 na segunda etapa da Copa EFX Brasil 2017 - Foto: Maurício Arruda/PubliX
Bruno Martins, vencedor da categoria E4 na segunda etapa da Copa EFX Brasil 2017 - Foto: Maurício Arruda/PubliX


Veja todas as 20 fotos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Barba exige cuidados básicos, mas fundamentais

Atletas da delegação olímpica brasileira são recebidos no Palácio do Planalto

FPT Industrial chega a marca de 30.000 motores GNV vendidos no mundo